Ligue-se a nós

Foz do Iguaçu

Amigos lamentam morte de Helinho Ferreira, carnavalesco iguaçuense e funcionário público, aos 63 anos vítima da Covid

Publicado em

ás

Morreu nesta terça-feira, 29, Hélio da Rosa Ferreira, aos 63 anos, vítima da Covid-19. Helinho, como era conhecido, era funcionário público municipal aposentado e entusiasta do carnaval de Foz, onde atuou como carnavalesco. A morte aconteceu às 7h52 da manhã, no Hospital Costa Cavalcanti. De acordo com o protocolo, o sepultamento será direto na quarta-feira, 30, sem velório.

Além de carnavalesco, Helinho também foi comunicador, com passagens por várias emissoras de rádio de Foz, incluindo um longo período pela Rádio Cultura, onde apresentou programas de pagode. Ele, que era do Rio Grande do Sul, chegou em Foz do Iguaçu em 1988, onde participou pela primeira vez do Carnaval representando a Escola de Samba do Porto Meira. Na ocasião ele compôs o samba-enredo da escola.

 

Anúncio
Clique para comentar

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copyright © 2020 - Play Notícias de Foz - Todos os direitos reservados.